12. Passeig d'aniversari

Passeio de aniversário (3 de Julho de 1983)

Ainda há avenidas para passear,
mas a morte ocupa todos os bancos.
Riem e brincam a saltar ao eixo
crianças aturdidas à beira dos barrancos.

Tentei permanecer de pé na ponte
que separa os casebres dos jardins.
Do deleite de provar tantos vinhos
só resta o prazer da água de uma fonte.

Agora ando pelo velho centro urbano
enquanto viajam para os seus destinos
velhos amigos, mulheres e cacos
do que eu era, enquanto rapaz, perdido no azinhal.

(versió de Rita Custódio i Àlex Tarradellas)